Este blog está programado e paginado para Microsoft Internet Explorer. Noutros browsers, é natural alguma desconfiguração.

sábado, 20 de março de 2010

Dos caretos de Lazarim ao megalitismo de Almendres ... nas bodas de prata caminheiras!

De 13 a 15 de Fevereiro de 2010, no Carnaval, a "família" Caminheiros Gaspar Correia tinha agendada uma fabulosa actividade em terras de Lamego, tendo por tema central precisamente o tradicional Carnaval
Em terra de Caretos, 13.02.2010
de Lazarim e os seus célebres "caretos". Partindo de Lazarim, no sábado subimos a serra até às típicas aldeias de Meijinhos e Melcões, descendo depois para Lalim. Belas panorâmicas, num ambiente perfeitamente rural e "perdido" na serra e no tempo. E, finda a caminhada, integrámo-nos nos festejos carnavalescos de Lazarim, assistindo inclusivamente à confecção dos célebres caretos.
Descida para Mazes, Rio do Santo, 14.02.2010
Domingo, a caminhada começou no alto de Parafita. Temperatura ... -3,2º negativos! E que bela caminhada! Nas faldas da Serra de Bigorne, subimos primeiro ao longo do vale do Rio das Poldras, rumo à aldeia abandonada de Antas. Depois, e antes de atravessarmos a aldeia de Mazes, esperava-nos uma espectacu-lar descida ao longo do Rio do Santo.
Clique para ver o álbum no Picasa

As baixas temperaturas permitiram-nos em diversos pontos apreciar belas estalactites de gelo. Regressados a Lazarim, voltámos às comemoraçõs do Carnaval. E no dia seguinte, em Lamego, a actividade não acabaria ... sem um belo nevão a dar à cidade o ar do inverno em que estávamos! No regresso a Lisboa, até parte da A24 e da A25 estiveram temporariamente cortadas pela neve!

Uma semana depois de regressarmos, no dia 23 de Fevereiro ... éramos tri-avós... J! Com quase exactamente 2 anos de diferença, a neta até aí mais nova ... ganhou uma irmã... J.
E 2010 era um ano também especial para a minha "família" caminheira: o Grupo celebrava as suas bodas de prata, o 25º aniversário! Como eu gostava de ter pertencido a esta "família" desde início...! Continuando
Sobre os campos de Évora, 11.02.2010
a fazer parte da Direcção, estive naturalmente envolvido nas comemorações ... a começar pela preparação da caminhada de aniversário, em Março. Com dois outros elementos, fizemos o respectivo reconhecimento no terreno em 11 de Fevereiro e 4 de Março; e a 20 de Março lá estávamos, orgulhosos de uma tão longa vida como Grupo, nas alentejanas e megalíticas terras de Almendres e em Évora.
Clique para ver a brochura


Para as bodas de prata caminheiras, fui também responsável pela compilação da história do Grupo, sob a forma de uma brochura comemorativa, distribuída a todos os Caminheiros que participaram na comemoração ... comemoração que, finda a caminhada, decorreu em Évora, complementada por um lauto jantar comemorativo e abrilhantada pelo Grupo de Cantares de Évora.
5 de Setembro de 2011

sábado, 13 de março de 2010

Os campos e lameiros do Côa voltaram à vida!

As "aventuras" do ano de 2010 começaram com uma caminhada em Tremês, próximo de Santarém, no dia
A velha ponte vê de novo passar o Côa transbordando as margens, 19.01.2010
16 de Janeiro. Dois dias depois ... estava em Vale de Espinho. O Inverno de 2009/2010 foi bastante chuvoso ... e os campos e lameiros do Côa foram felizmente voltando à vida. Em Janeiro, Março e Abril, palmilhei aquelas minhas terras sagradas, do vale da Maria ao Alcambar e ao Espírito Santo, da Ervaginha aos Urejais e às Fontes Lares, às Braciosas, às Colesmas. Maravilhei-me com a maravilha das águas transbordando as margens, dando côr e vida às paisagens ribeirinhas. Com a minha "sócia" de sempre, subimos a velha quelhe das pedras, deliciámo-nos com a água divina das Fontes Lares, deixámo-nos embalar pela energia do barroco "sagrado", a energia que tinha voltado a dar vida àqueles campos, depois da tragédia que eu tinha contemplado meio ano antes.
Ribeira do Vale da Maria, 19.01.2010: impressionate!
Fontes Lares, no barroco "sagrado", 10.03.2010
"E de repente damo-nos conta que envelhecemos, a ver envelhecer estas pedras que não envelhecem" (Sérgio Paulo Silva)
O Côa no Moinho do Rato, Vale de Espinho, 26.04.2010
Contemplação a dois...    O Côa na açude junto ao moinho da Nogueira, 27.04.2010
(Álbum de fotos completo nest link)

Em Março, durante os dias em Vale de Espinho, a Serra da Gata chamava-me, para além do Xálima e da Cervigona. Há muito que queria ir à velha Torre Almenara, a velha torre árabe que domina a vila de Gata e que se vê destacada desde longe. Foi no dia 13 de Março. Deixando o carro entre Gata e Torre Don Miguel, esta curta caminhada proporcionou-me momentos belíssimos de contemplação e de sonho.
Vila de Gata e a Torre Almenara ao fundo, à direita, 13.03.2010
A caminho da Torre Almenara, Gata, 13.03.2010
E eis que chego à velha torre árabe, 13.03.2010
Do Alto da Almenara sobre a vila de Gata, 13.03.2010

Mas, para além do Côa, da Malcata e da Gata, em Janeiro tínhamos feito uma incursão ... a terras francesas do Loire! Apesar de se tratar de uma "excursão" urbana e familiar, em Tours ... também incluiu três caminhadas, ao longo do Loire e do Cher.
Tours, ao longo do Cher: Promenade de Ségovie, 27.01.2010
4/09/2011